As Vítimas de Brumadinho Eram Piores?

Atualizado: 21 de Fev de 2019



O coração do Brasil se comove ao ver, cada dia, novas imagens e histórias transmitidas de Brumadinho. O número de mortos aumenta, enquanto a esperança de encontrar sobreviventes diminui. Como é que nós, crentes, reagimos a tragédias como esta?


Alguns, na época de Jesus, pensavam que vítimas de desastres eram mais pecadoras que as demais pessoas, e por isso mereceram um castigo especial de Deus. Um dia perguntaram a Jesus a respeito de alguns galileus que haviam sido mortos cruelmente pelo governador. Jesus respondeu:


"Pensais que esses galileus, por terem sofrido essas coisas, eram mais pecadores que todos os outros? "Eu vos digo que não; antes, se não vos arrependerdes, todos vós também perecereis." Ou pensais que aqueles dezoito, sobre os quais a torre de Siloé caiu e os matou, eram mais culpados do que todos os outros habitantes de Jerusalém? "Eu vos digo que não; antes, se não vos arrependerdes, todos vós também perecereis." (Lucas 13.2-5 AS21)


Jesus foi enfático: Não! Aquelas pessoas não foram vítimas do desastre por serem piores que as demais. Na verdade, o desastre da morte e perdição aguarda todos que não se arrependerem dos seus pecados e crerem no Senhor Jesus como Salvador.


Tragédias como a de Brumadinho nos alertam para a urgência de que a morte aguarda a todos. Deus é misericordioso para com os vivos, dando-lhes mais tempo para se arrependerem. As boas notícias são de que a maior operação de resgate da história já aconteceu com o nascimento, morte e ressurreição de Cristo. Agora, nós cooperamos com esta missão de espalharmos a mensagem de esperança para todos: Cristo salva!


Oremos pelas famílias das vítimas em Brumadinho. Oremos pelas equipes de resgate. Esforcemo-nos cada vez mais para levar a mensagem de esperança a todos ao nosso redor.


Pr. David Merkh Jr.

8 visualizações

Prega a Palavra, insiste a tempo e fora de tempo, aconselha, repreende e exorta com toda paciência e ensino

2 Timóteo 4.2

© 2017 por Ministério Pregue a Palavra
R. Santo Rosa, 96 - Jardim Alvinópolis, Atibaia - SP - Brasil, 12943-050

Secretaria: (11) 4412.6679

  • Facebook Clean
  • White YouTube Icon