Início

Polo Pregue a Palavra

Definição: unidade descentralizada da Base (Atibaia) que promove todos os recursos (geográficos, materiais, humanos, financeiros e de infraestrutura) para a implantação e funcionamento de grupos do Pregue a Palavra em sua área de influência.


Missão: garantir a qualidade dos cursos de capacitação em exposição bíblica do Pregue a Palavra, e torná-la acessível ao maior número possível de líderes, em determinadas áreas de influência.

Características do Polo

Recursos geográficos

  • A localidade destinada à implantação de um Polo deve ser em uma cidade dotada de aeroporto e rodoviária que garanta o translado em condições favoráveis, visando o fácil acesso dos professores e alunos em seu deslocamento;

  • A cidade a ser implantado o Polo deve possuir importante relevância em sua área de influência, com o propósito de ampla divulgação das atividades desenvolvidas.

 

Recursos materiais

  • Todo o material didático de apoio ao desenvolvimento dos cursos deve ser disponibilizado da base, gratuitamente ao aluno, com exceção dos livros, de forma a atender a todos os participantes dos cursos; salvo quando o polo tiver condições de produzir o próprio material, devidamente aprovado pela Base;

  • Todo o material didático de apoio ao desenvolvimento dos cursos será disponibilizado gratuitamente ao aluno, com exceção dos livros.

 

Recursos financeiros

  • Incentivamos que cada grupo cubra as suas próprias despesas (hospedagem, alimentação, transporte de professores, etc.), por meio de parcerias. 

  • O Curso Pregue a Palavra (material didático, hora/aula e transporte dos professores) sempre será gratuito para o aluno.

  • Um Polo que atenda as características desejadas e tenha necessidades financeiras não deixará de ser aberto, mas será atendido conforme a disponibilidade financeira do Pregue a Palavra.

 

Infraestrutura

  • O Polo deve oferecer condições financeiras que comportem a realização de um curso de duração de três dias para um grupo de até 30 pessoas (hospedagem, alimentação, sala de aula, banheiros, instalações elétricas, projeção, quadros, etc., que sejam adequados).


Recursos humanos

  • Para a instalação e funcionamento de um Polo, o mesmo deverá contar com a total participação efetiva do Diretor Regional, do Coordenador de Polo, do Professor Mentor e dos professores auxiliares selecionados. 

 

*Nota: nos casos internacionais, o Diretor Internacional é que assume as atribuições do Diretor Regional.

 

 

Diretor Regional

O Diretor Regional é o elo entre a Base e o Polo, que identifica as necessidades e solicita a autorização para a formação de um novo grupo para a diretoria executiva. Após apresentação dos motivos e concordância da diretoria executiva, o Diretor Regional identifica e seleciona um coordenador de polo que, em conjunto, identifica e seleciona os futuros alunos. Estes novos alunos são integrados por meio de um convite pessoal e, assim, formam um novo grupo.   

 

Cabe ao Diretor Regional:

  • Supervisionar os polos de sua região;

  • Selecionar e convidar o Professor Mentor do grupo;

  • Selecionar e convidar os professores auxiliares, junto com o Professor Mentor.

  • Estar em contato com o Coordenador de Polo para certificar o preparo e realização do curso.

Coordenador do Polo

O Coordenador do Polo é o elo entre os alunos, os professores, o local sede e o Diretor Regional, administrando todos os procedimentos e recursos para o pleno funcionamento dos cursos, tais como: local do encontro, hospedagem, limpeza e alimentação para alunos e professores. 

 

São atribuições do Coordenador de Polo:

  • Estar preparado para acompanhar, com todo empenho e interesse, as necessidades dos professores e os planos dos cursos, objetivando, dessa forma, os melhores resultados no acolhimento dos cursos.

  • Selecionar e identificar os futuros alunos, em conjunto com o Diretor Regional, e utilizar o mesmo processo para estabelecer o local sede, que atenderá todas as necessidades para a infraestrutura de instalação dos cursos.

  • Tirar dúvidas ou dificuldades administrativas.

  • Disponibilizar, antes do primeiro encontro, o Manual do Aluno, demais instruções gerais do curso e as tarefas prévias do primeiro encontro. 

Professor Mentor

O Professor Mentor é aquele que sempre está nos encontros, preparado para acompanhar, com todo empenho e interesse, o desenvolvimento acadêmico dos alunos. O Professor Mentor é o responsável pelos procedimentos didáticos do seu grupo. 


Suas atribuições são:

  • Estabelecer, em conjunto com o Diretor Regional e o Coordenador de Polo, as datas dos encontros do curso;

  • Controlar a frequência dos alunos;

  • Receber as tarefas prévias;

  • Avaliar os trabalhos dos alunos;

  • Entregar as tarefas prévias para os próximos encontros, ao final de cada encontro;

 

  • Pastorear os alunos nos períodos inter encontros;

  • Tirar dúvidas ou dificuldades pedagógicas;

  • Identificar e iniciar o processo de treinamento para os professores em potencial;

  • Garantir a qualidade do ensino, fazendo as adaptações necessárias ao currículo, conforme as necessidades dos alunos, seguindo as diretrizes gerais do curso.


O Professor Auxiliar auxilia o Professor Mentor no ensino do módulo.


*Nota: em todos os casos acima, poderá haver sobreposição das figuras apresentadas.

Prega a Palavra, insiste a tempo e fora de tempo, aconselha, repreende e exorta com toda paciência e ensino

2 Timóteo 4.2

© 2017 por Ministério Pregue a Palavra
R. Santo Rosa, 96 - Jardim Alvinópolis, Atibaia - SP - Brasil, 12943-050

Secretaria: (11) 4412.6679

  • Facebook Clean
  • White YouTube Icon